jueves, 19 de mayo de 2011

Delmar Domingos de Carvalho

Delmar Domingos de Carvalho

Delmar Domingos de Carvalho

Rodolfo Domenico Pizzinga

Objetivo do Estudo

Este frutuoso estudo oferece para reflexão, em poemas e migalhas, alguns pensamentos de Delmar Domingos de Carvalho, destacado membro da The Rosicrucian Fellowship (Fraternidade Rosacruz Max Heindel) e um de seus mais antigos Probacionistas. Recentemente, os dirigentes da Ordo Svmmvm Bonvm o elegeram o 'Rosacruz do Ano 2010' por seus trabalhos em prol da difusão do vegetarianismo.

Bem, como de vez em quando faço, informo que tive que fazer algumas edições nos fragmentos selecionados para compor este estudo. Por exemplo, tive que adaptar o português de Portugal para o português brasileiro, e, também, tive que fazer certas adequações para poder formatar o trabalho em, por assim dizer, migalhas educativas. Mas, claro, o pensamento escrito do autor, que é escorreito, não foi adulterado em absolutamente nada. Enfim, se eu apenas copiasse e colasse, coisa que nunca faço, o texto, talvez, atendesse aos portugueses, mas, certamente, dificultaria a compreensão dos brasileiros.

Biobibliografia de Delmar

Delmar Domingos de Carvalho

Delmar Domingos de Carvalho

Delmar Domingos de Carvalho nasceu em Lisboa, em 19 de julho de 1939. Em 1965 foi admitido como membro da Fraternidade Rosacruz Max Heindel (The Rosicrucian Fellowship), de Portugal.

Após ter freqüentado quatro escolas no ensino primário, uma, em cada classe, em todas considerado o melhor aluno, freqüenta, a partir de 1950, a Escola Secundária de Figueiró dos Vinhos até o quinto ano dos Liceus, seguindo para a Escola Luís de Camões, Lisboa, rumo ao Curso de Direito, tendo depois estudado grego com destino a histórico-filosóficas.

Defensor da educação permanente, obtém o Curso de Nutricionismo e Dietética em espanhol, em 1972, e nos anos seguintes inscreve-se na Faculdade Livre de Cultura Humana, Bordéus, França, tendo concluído o curso de Biologia Naturopática.

Fez parte da Comissão Administrativa do Concelho do Crato, após 25 de abril de 1974, tendo participado em várias missões cívicas e defendido a construção de uma nova U. E. como uma outra ONU, baseado nos ideais cosmocratas, a criação de novas Instituições supranacionais, incluindo o uso do Esperanto, indispensáveis para a resolução dos problemas que, há anos, afligem a Humanidade e os outros reinos.

Esteve ligado ao Movimento Ecológico Português, criado em 1975, tendo sido o fundador do Núcleo do Crato, cuja base é uma visão panzoísta (palavra que embute o sentido de que a Vida – a Força Vital – se manifesta em toda a parte e existe em todos os seres).

O seu interesse pelos valores espirituais, pela música e pelas restantes artes, tal como pelos direitos humanos, levaram-no a produzir vários estudos que têm sido publicados em diversos jornais e revistas, tendo participado em diversos colóquios e realizado algumas palestras.

Consciente do valor da educação, na sua dimensão integral e libertadora, apresentou um trabalho no VII Encontro Nacional das Associações de Pais e Encarregados de Educação, em 1982, em Lisboa, e, em representação da Associação de Pais da Escola Preparatória do Bombarral, subordinado ao tema O sistema Escolar, a Família e o Futuro dos Jovens, em que defendeu a criação da disciplina Formação de Caráter, de acordo com ideais comenianos e heindelianos, tendo indicado o curso e as suas disciplinas de onde sairiam os futuros professores para lecionar.

Os seus diversos artigos publicados em vários jornais sobre o turismo conferiram-lhe, em 1987, o 1º Prêmio Fausto Figueiredo, no concurso promovido pela Junta de Turismo da Costa do Estoril. Obteve também, em 1990, um 1º Prêmio nos Jogos Florais do Ano Internacional de Alfabetização (prosa).

Tem colaborado em algumas dezenas de jornais e revistas nacionais e de outros países, não só como convidado especial, mas como colaborador, redator e diretor-adjunto ou em artigos de opinião.

Pensamentos Rosacruzes de Delmar

Tributo a Fernando Pessoa
nos 120 Anos do seu nascimento

Fernando Pessoa



Ao Pessoa imortal,
Em sua poesia hermética,
Grandiosa e universal,
Exotérica e esotérica.


Incompreendido no Amor,
Sofreste com Portugal;
E, na alquimia da dor,
A inspiração do Graal.


Difundistes por toda a parte
A Cultura da Lusofonia,
Com sabedoria e Arte
Lutaste contra a tirania.


Derramastes em Simbolismos
Entre eles o da Rosacruz,
Diferentes Universalismos,
Colocastes o Sal na Luz.


Nas angústias do teu mar profundo
Num dilacerado e dividido coração;
Compreendestes um dos mistérios do Mundo:
Na Rosa, que é o Cristo, está a Libertação.


Bombarral, 22 de outubro de 2008.


O orgulho intelectual não permite ver a Verdade, pois esta exige, mente aberta, de menino, humilde, sempre pronta para aprender...

Nenhuma verdadeira Escola de Iniciação dá títulos ou honras, anéis ou outras insígnias. Não existem cerimônias exteriores iniciáticas, e nenhuma verdadeira Escola de Iniciação leva dinheiro pelos seus ensinamentos.

A Iniciação é um processo interno Alquímico em que, devido a muito serviço amoroso e modesto e sábio estudo e experiência, se produzem transformações nos corpos físico, vital, de desejos e mental. Em alguns casos, os Iniciados mudam de nome, como sucedeu com Simão que passou a Pedro; de Saulo, para Paulo; Fernando para António1 e assim por diante.

Quanto mais pessoas aderirem ao caminho iniciático rosacruciano, mais rápida será a libertação da Humanidade.

Os Rosacruzes ensinam que a vida é uma grande Escola na qual há discípulos ou alunos em diversos graus de desenvolvimento. Na classe mais avançada, há alguns que aprenderam quase todas as lições que são possíveis de ser ensinadas no atual estado evolutivo. Estes estão em uma posição em que vão se graduar em outros locais onde lhe serão concedidas maiores oportunidades de progredir. [Max Heindel,apud Delmar Domingos de Carvalho].

Os antropóides não são os progenitores dos seres humanos evoluídos. São seres atrasados que se servem dos moldes degenerados do que em tempos remotos foi a forma humana. O homem não evoluiu dos prossímios. Sucedeu o invés: os primatas inferiores são a degeneração da forma humana. A ciência materialista equivocou-se porque ao investigar só a forma extraiu conclusões errôneas. [Max Heindel, apudDelmar Domingos de Carvalho].

Na realidade, os seres humanos, racionais, não devem ser conduzidos por meio de gritos, de prisões e de bastonadas, mas pela razão. [João Amós Comênio, apudDelmar Domingos de Carvalho].

João Amós Comênio lançou as bases da educação democrática, ou melhor ainda, cosmocrata, e defendeu o ecumenismo entre as religiões.

João Amós Comênio é considerado como precursor da ONU e da UNESCO. Suas idéias e ideais estão muito além quanto à essência e objetivos, somente possíveis de concretizar quando a Humanidade vencer esta fase de egoísmo, orgulho intelectual e materialismo em que está profundamente escravizada.

Paracelso defendeu o direito à saúde e trabalhou para que cada qual fosse digno de cuidados reais de saúde. Lutou e deu exemplo para a criação de investigações científicas livres dos sistemas escolásticos, como dos fundamentalismos religiosos.

A Medicina que Paracelso exerceu, intimamente ligada à Alquimia, tinha por base o saber experimentado, as profundas investigações na Natureza, a fim de desvendar muitos mistérios de modo a obter preciosos produtos alquímicos que sararam muitos doentes, alguns em estado considerado incurável.

Ao defender que a Força Criadora da Natureza é um Espírito Invisível e Sublime, Paracelso divulgava a Filosofia Hermética dos Rosacruzes.

Paracelso sabia que a Vida Única estava em toda a parte.

Dizia Paracelso: 'Os meus colegas vivem em um labirinto porque não conhecem a Filosofia Natural da Unidade Cósmica; daí a confusão e as falsas curas e incapacidades.'

Dizia Paracelso: 'Nada existe que não venhamos a descobrir. A Luz que nos iluminará neste caminho é a do Espírito, e não a do orgulho intelectual.'

A Unidade existe em toda a parte, onde Leis Sábias refletem a existência da Vida Una, na qual vivemos, temos o nosso ser e nos movimentemos. Tudo obedece a esta Unidade, menos o ser humano. Por isto, ele vive em guerra consigo mesmo e com os outros, inclusive com toda a criação.

Para a construção de uma Nova Era Cultural, há que se vencer todos os preconceitos, todos os dogmas e todos as convenções sociais que sejam obstáculos na procura da verdade e na busca da libertação.

Os períodos históricos são fases para o aperfeiçoamento e desenvolvimento das civilizações.

A Unidade é a verdadeira realidade da Vida.

O Rosacruz Miguel Ângelo defendeu a liberdade de criação artística.

Max Heindel defendeu a igualdade real dos direitos das mulheres.

Como qualificar o padrão convencional de 'normal'? Quem de nós não tem imperfeições, defeitos? Se fôssemos perfeitos, já não necessitávamos de voltar ao Mundo Físico, a esta grande Escola da Vida. Eis a verdadeira Universidade, a que o Rosacruz Camões chamou de 'saber experimentado'.

Os pais e os profissionais de saúde devem fazer tudo para que as crianças vivam. Se, porventura, a experiência da vida terrena tiver de ser interrompida, a Natureza disto se encarregará. O Ser humano não tem esta competência. É, sim, sua obrigação trabalhar em sintonia com as suas Leis.

Saibamos ajudar os que sofrem, os que trazem cargas pesadas, envolvendo-os com todo o nosso amor, através do serviço altruísta e compassivo, sempre conscientes de que a vida é sagrada, e que todo o ser vivente está em processo contínuo de evolução.

Somos responsáveis pelas nossas ações. Quando voltarmos ao plano físico, eis que dolorosas experiências, não devidamente solucionadas ou aprendidas, voltarão e em grau ainda maior.2

Nenhuma pessoa inteligente deve limitar o trabalho de outra.

Deve-se procurar o conhecimento em todas as direções e logo fazê-lo próprio, utilizando-o de modo original.

Devemos aprender a lição do trabalho para um propósito comum, sem lideranças.

Cada qual – igualmente induzido pelo espírito do Amor que lhe vem do íntimo – deve empenhar-se pela elevação física, moral e espiritual da Humanidade à altura de Cristo, o Senhor e a Luz do Mundo.

A Verdade escrita nem sempre é a real! Com muita freqüência, a verdade oficial, num determinado período de tempo, está cheia de erros e falsidades!

São João Baptista jamais teria comido gafanhotos, muito embora estes surjam como alimento no Antigo Testamento. Seguiu, sim, a alimentação vegetariana, no mesmo rumo de Jesus-Cristo e dos Seus Discípulos.

Nos primitivos tempos do Cristianismo, o regímen alimentar era vegetariano.

Os Rosacruzes têm sido os pioneiros nas ciências, nas artes e nos direitos humanos. Os seus ensinamentos são uma das bases do real progresso da Humanidade.

A educação tem por fins superiores o de contribuir para a libertação de forças positivas e das qualidades potenciais existentes no interior de cada ser humano, para que ele as possa brotar para bem de si mesmo e de toda a criação.

O acaso não existe; do nada, nada vem.

O nascimento no mundo físico é a morte para os Mundos Superiores; por sua vez, esta é, apenas, o nascimento para Eles. Ambos são pontos de eternidade, a qual vivemos a cada momento.



Não podemos desligar o corpo da alma não só no tratamento das enfermidades como para a sua prevenção.

Os vegetais e os frutos crus encerram poderes vibratórios, energias cósmicas, muito valiosas para a cura e para a prevenção.

As leguminosas secas (feijão, grão, lentilha, ervilhas, favas, algumas orientais) além de não possuírem as proteínas completas e lhe faltarem alguns aminoácidos, têm, na sua composição, purinas, metilxantinas, que prejudicam o corpo físico. Embora sejam produtos ricos em vitaminas B1 e B2, como PP, as leguminosas devem ser usadas com muita parcimônia, e as pessoas que têm problemas de reumatismo, artritismos e crises renais devem evitar consumir estes produtos.

Que o teu alimento seja o teu medicamento. [Hipócrates, apud Delmar Domingos de Carvalho].

O medo, o ódio e os sentimentos negativos são mais tóxicos que muitos alimentos.

Quereis encontrar Deus — perguntava Paracelso? O caminho é buscá-Lo dentro de vós. Temos de saber ouvir o Deus Interno, parte do Absoluto, a única fonte de Vida, de Amor e de Luz.

De acordo com a ciência espiritualizada, a verdadeira cura de qualquer enfermidade só existe, realmente, quando se removem e eliminam as suas causas, substituindo-as por novas, geradoras de equilíbrio e de regeneração vital definitiva.

Uma correta dieta alimentar e uma sábia renovação mental e emocional são fatores importantes na criação de novas e regeneradoras causas que, a seu tempo, produzirão os efeitos benéficos apropriados.

A vitamina K, anti-hemorrágica, ajuda a coagular o sangue. A sua função é servir para que o fígado sintetize a protrombina, fermento necessário para a coagulação do sangue. Se houver problemas neste importante órgão, como na vesícula, haverá problemas com esta vitamina, que também é útil como preventiva de acidentes vasculares cerebrais e da hipertensão. A congelação dos alimentos destrói esta vitamina.

Os banhos de Sol devidamente tomados – e não como quase todo o mundo faz, com enorme imprudência – são meios preventivos e curativos.

Muito importante é a renovação mental, melhorando a imaginação, cultivando a pureza e o pensamento positivo, tal como cultivar boas e elevadas emoções.3

A ciência espiritualizada alerta para os perigos do ódio, dos ressentimentos, da raiva, da inveja, da traição, do despotismo, da inveja, do egoísmo, pois matam glóbulos vermelhos. Também o medo, o pessimismo e a melancolia geram corpúsculos brancos, prejudicando as ações metabólicas e supra-físicas necessárias à manutenção do teor dos glóbulos vermelhos, como da sua recuperação.

Hipócrates – o Pai da Medicina – e Paracelso defenderam que muitas doenças provinham dos maus pensamentos e das emoções negativas; ambos envenenam o corpo físico e destroem o corpo vital, que o vitaliza e que tem ligações com ele por meio do baço etéreo.

Sem educação poderá haver instrução? Poder pode, mas pouco valor terá; ao invés, conduz ao orgulho intelectual, ao fundamentalismo – caso dos sistemas escolásticos – a uma mente egoísta, à vaidade etc.

Todos são importantes e não há nenhum superior ao outro.

Cada vez é mais consabido que o melhor período para educar é até aos sete anos, e o ideal é até três anos.4

A Música é a criadora de tudo quanto existe. [Santo Isidoro de Sevilha, apudDelmar Domingos de Carvalho].

O número 46 10 [4 + 6] – 10 que é duas vezes 5 – é um Número Mágico, expressão da Vida que está em sintonia com a elevada missão de Cristo – Caminho para a Unidade Cósmica.

Subindo até aos confins do Universo, concluímos que a dança tem a sua origem, como tudo, no Ser Supremo, cuja omnisciência está para além da nossa atual capacidade de entendimento.

Todos os aspectos da linguagem universal, desde a dança até ao canto, possuem uma gênese transcendental. Ela está em tudo o que é manifestado, ou por outras palavras: em tudo quanto existe.

A Música – como Verbo, Palavra Criadora – desceu em um ilimitado Coro Cósmico que se expressa na Triplicidade Divina: Vontade (Harmonia), Sabedoria (Melodia) e Movimento (Ritmo).

Caim e Abel são símbolos da Humanidade, que logo no começo da evolução tinham espíritos com inclinações diferentes. Os de Caim com gostos para as artes e ciências; os de Abel, mais precisamente de Set, seguiram o sacerdócio.

Somos cidadãos universais.

A vida se manifesta em ciclos espiralados e nossa onda de vida hominal jamais poderá ser uma exceção. Estas atividades espiraladas existem, ainda, nas nebulosas centrais, nas moléculas do DNA etc... A onda de vida humana é como a água, disse Goethe: desce à Terra, aqui circula, até que de novo se evapora, subindo aos planos superiores, em estado fluido, para novamente se condensar e descer ao plano físico, repetindo-se o ciclo e outros ciclos.

Deus jamais deixa perder alguma parte de si. De outra forma, nem seria omnipotente nem omnisciente.

Após a morte efetiva, o Ego sai com os veículos superiores – corpo de desejos e a mente – e começamos a observar o filme da vida que terminou, que é gravado nesses veículos superiores... O futuro de cada um depende muito de tudo o que acontecer durante este período [revisitativo], que, segundo a Escola Rosacruz, demora de algumas horas até três dias e meio, consoante a idade e outras condições individuais.

Face às Leis Cósmicas, recorrer à eutanásia, seja a pedido dos doentes, considerados incuráveis, ou dos que desejam o suicídio, ou baseado em outro suporte mais ou menos legal, acaba por ser prejudicial à evolução. Na próxima vida, eis de novo essas lições para aprender, quiçá, mais duras, às quais também estão sujeitos os agentes que a praticam, pois perante as Leis Cósmicas todos somos iguais, sejamos soldados ou generais. O que se deverá fazer, sim, é procurar por todos os meios aliviar os sofrimentos das pessoas e, acima de tudo, investigar as causas profundas que conduziram a este estado morboso, e ajudar estes nossos irmãos a se libertarem.

Depois da morte, o corpo físico deve ser posto em uma câmara com gelo, durante os três dias e meio necessários para a recolha do filme da vida. Durante este período, deve-se evitar o embalsamamento, a cremação e a autópsia, pois todos os golpes são sentidos, perturbando, desta forma, o registro da vida que foi vivida, e, com este fato, a percepção das experiências anteriores – base da futura evolução. Colocar os corpos em jazigos é outro erro, pois prolonga por muito mais tempo a decomposição dos corpos.

Jamais os seres humanos reencarnam em outras formas de vida, sejam animais ou não. Estas teorias estão profundamente erradas, produto das más traduções do Saber Iniciático das antigas escolas orientais.

Cada vez é maior o número de cientistas, de filósofos e de humanistas que defendem que fazer sofrer um animal não é somente uma falta de amor para com estes seres vivos, mas, ainda, uma grave falta para com Deus.

De acordo com a Escola Rosacruz, cujos ensinamentos são apropriados para os próximos milênios, tanto na área da ciência espiritualizada, como das filosofias e nas artes, os animais estão se aproximando da individualização, especialmente os que ao longo da sua involução têm tido mais contatos com os seres humanos, como os cavalos, os cães etc. Assim, os seres da onda de vida animal que possuem sangue vermelho mais avançados estão. Por isto, eles têm sentimentos, emoções, e tanto sofrem como sentem alguma felicidade. Portanto, quando matamos os animais cometemos um crime, fazendo sofrer estes nossos irmãos mais novos, que no próximo Período, irão se tornar humanos.

Os seres humanos ora reencarnam no sexo masculino ora feminino, não sendo regra fixa. Há casos em que se reencarna no mesmo sexo em sucessivas vidas no mundo físico; tudo depende das lições que cada qual tenha de aprender ou das missões que tenha de cumprir.5

Ama as flores no imo do teu coração,
Magníficos e belos quadros naturais;
Aprenderás na Pureza da Reprodução
Retos caminhos das Pessoas Imortais.

Para Glória de Deus



É
s a Fonte de toda a energia,
Onde purificamos nosso amor;
Tu nos dás e alivias a dor,
Para obtermos a Sabedoria.

És a Luz, o Juiz, a Alegria,
A Paz e a origem do Calor;
O Supremo e Perfeito Diretor,
O meu cadinho, na noite e no dia.

És Tu, a Origem de todo o ser,
A Suprema Vontade e Perfeição,
À qual devemos agradecer,

E, com alegria, obedecer.
Oh!, Leme do Cosmo, dá a Tua mão
Aos que sofrem na ânsia de Te ver!


A obra camoneana expressa a Filosofia Rosacruciana, como o Amor e a Luz da Libertação.

A Bíblia não é um livro aberto. Está cheia de símbolos, de mitos, de parábolas, de alegorias.

Cristo Cósmico Sol Fonte de Energia e de Luz.

Aquele que disser que ama a Deus e odiar o seu irmão, jamais O ama.

Jesus = o mais Alto Iniciado da nossa onda de Vida hominal.

Os mitos, com os seus símbolos, encerram verdadeiras pérolas espirituais, desde que os procuremos livres de preconceitos e de dogmas, como de convenções sociais.

Onde é que Sansão tem a sua força? Não é nos cabelos? E estes não são o símbolo dos raios solares? E quando é que eles perdem a sua força? Este acontecimento sucede no momento em que o Sol entra no Signo Virgem – Dalila. A partir daqui, começa a aproximação não só do Outono como do Inverno, os meses do frio – os Filisteus. Entretanto, tudo está em movimento, pois este é um dos aspectos do Deus Uno, e Sansão, logo que passam estes meses, ganha de novo a sua Força; derruba as grades da prisão, e com a sua morte temos a Ressurreição da Vida, de Cristo, no equinócio da primavera. Saibamos vencer os filisteus; eles estão em nós, ligados às trevas, ao Inverno...

Existem pessoas que estão virgens, isto é, têm os selos; mas estão impuras por pensamentos e desejos.

Sobre as ofertas dos Três Reis Magos, símbolos das três raças – amarela, branca e negra – Jesus Cristo veio assim para unir todos os povos em uma Fraternidade, em que, a seu tempo, as cores dos corpos serão outras, mais etéreas, mais subtis. Melchior representa a raça amarela; Gaspar, a raça branca; e Baltazar, a negra. As ofertas: 1ª) Ouro, símbolo do Espírito Universal, transmutação do egoísmo em Amor. 2ª) Mirra, uma planta aromática que cresce na Arábia. Simboliza a alma. Quando cultivamos as virtudes, as qualidades, as Rosas vão florescendo em nossa Cruz, e irradiam os seus belos aromas perfumados. 3ª) Incenso, simboliza o corpo físico, eterizado, por uma vida de consagração ao serviço, em corpo-alma, qual traje nupcial, o pentagrama do símbolo rosacruz, casamento místico, necessário para se viver na Terra do futuro, quando o mundo mais denso deste planeta for o Etéreo. Por isto, e não só, como disse São Paulo: 'nem a carne nem o sangue podem participar no reino de Deus.' (1ª Carta aos Coríntios, Capítulo XV, versículo 50).

Errado: Em verdade te digo; hoje, estarás Comigo no Paraíso. Correto: Em verdade te digo, hoje; estarás Comigo no Paraíso. Observe a diferença. Primeira frase: Irás, voltarás, não morrerás na guerra. Segunda frase: Irás, voltarás não; morrerás na guerra.

Tudo está em constante mutação e evolução.

A Cor Branca é a expressão de Deus, que se reflete nas três cores primárias:
Azul
—› Pai
Amarelo
—› Filho
Vermelho
—› Espírito Santo

O Labirinto do Século XXI



No labirinto desta civilização,
Anda tudo num vaivém;
Numa grande confusão,
Ninguém sabe o que tem...

Alguns falam ao coração
Para os votos do Zé-ninguém;
Na propaganda dizem que dão,
Depois o Zé fica sem vintém!

E no meio de tanta frustração
E de muito desdém,
De enorme ilusão,
Demos voz a uma Canção.

Quem manda é o cidadão
Que trabalha para o Bem,
A todos dando a mão
Sem olhar a quem!


Bombarral, 1 de Agosto de 2009


Mesmo nos que já subiram ao cimo da 'Montanha', não há senhores da Verdade Absoluta. Esta – a Verdade Absoluta – em nossa humilde opinião, só existe na 'Sempre-Essência Existência', designação criada por Max Heindel, o mensageiro da Ordem Rosacruz, que, nos princípios do século XX, divulgou alguns ensinamentos básicos da Sabedoria dos verdadeiros Iniciados da Ordem Rosacruz, designadamente, no Conceito 'Rosacruz do Cosmo', sobre o Absoluto, o Ser Ilimitado, onde tudo existe, desde o Universo limitado, mas em expansão, logo aumentando seus limites, até os seis restantes Planos Cósmicos, onde evoluem Hierarquias Divinas.

A música de Mozart vence credos, dogmas, racismos, separatismos; baseada na Matemática, na Numerologia Cristã e na Geometria, ela é arauta da música do futuro.

Cada qual tem o dever de exercer as suas capacidades intelectuais e anímicas na descoberta de novas faces da Verdade, tendo sempre presente que nenhum ser humano é infalível.

A Rosa é sem porquê. Floriu em Deus desde o Princípio, o qual não teve começo nem terá fim. [Angelus Silesius, apud Delmar Domingos de Carvalho].

Nenhum Iniciado empregará as suas faculdades por dinheiro ou coisa que o valha, nem tampouco para satisfazer a curiosidade, mas, só e unicamente, para ajudar a Humanidade. [Max Heindel, in: Conceito Rosacruz do Cosmos, apudDelmar Domingos de Carvalho].

Na realidade somos todos irmãos. Só que o egoísmo, o orgulho e o individualismo nos cristalizaram e cristalizam, a tal ponto que é mais ou menos desdenhado todo o que defende a Fraternidade Universal. Como esta coloca um ponto final na exploração de um ser humano por outro, seu irmão ou irmã, porque encerra sentimentos de igualdade e de liberdade não tolerados por muitas mentes e instituições, embora, algumas, demagogicamente, falem e escrevam sobre essa trindade, ela – a Fraternidade Universal – tal como os seus seguidores e defensores, são alvo de ostracismo. Por isto, cada vez mais se fala em solidariedade, a caridadezinha laica e religiosa da atualidade.

Portugal!
Tu és a glândula pineal da Europa.
Se vibras, pela positiva,
és o canal da Luz;
se sintonizas nas ondas negativas,
és instrumento das trevas.

A Humanidade vai vencer todos os obstáculos. E venceria muito melhor se fosse reduzida a especulação, especialmente nos mercados financeiros, nos quais jamais devia ser permitido a entrada de bens alimentares, como os cereais.

Quando algum de nós está mal, nenhum de nós poderá estar bem.

Cosmocracia = Governo em sintonia com as Leis Cósmicas ou da Natureza ou Divinas consoante for a mente de cada qual.

O Vegetarianismo é uma Flor da Esperança para um mundo melhor.

Afinal, a Terra pertence a quem? Os minerais e as fontes energéticas são propriedade de quem? Do senhor fulano tal? Dos senhores do petróleo, dos senhores do capital, dos senhores dos poderes efêmeros, ou pertencem a todos, à Humanidade, como dádivas de Deus a Quem cada qual tem que prestar contas de como usou os seus bens e os seus poderes? A verdade é a Terra que pertence a toda a Humanidade. Logo, devia haver um Governo Mundial, eleito democraticamente, para gerir com justiça e amor, com sabedoria e humildade as diversas áreas da vida humana. Cada qual terá de participar nessa dinâmica com os seus talentos para que as estruturas mundiais possam cumprir cabalmente as suas funções.

Sonhar é fácil? Sim. Mas não é o sonho que comanda a vida? Sonhemos, ou antes, coloquemos a nossa capacidade de criar em ação.

A rosa – símbolo do Amor, da Luz e da Vida – no centro da Cruz, transmite que a melhor forma de comunicar por um idioma universal será pela libertação da Cruz.

Um Governo Mundial foi apontado por Bertrand Russel como a última oportunidade do ser humano. Entretanto, não será propriamente a última oportunidade, mas apenas um passo na nossa evolução rumo à Unidade da Vida como um Deus Criador.

Pense por si; seja livre e libertador.

Feliz o Dia em que tenhamos chegado no nível de Jesus-Cristo ou de Christian Rosenkreuz, em que não precisaremos de passar pelo ciclo do renascimento. Então, viveremos nessa verdadeira Nova Galiléia.

Por tudo isto, eu dialogo:

Então, não tens mais prazeres?

Sim, só não sou intemperante

nem como a carne de outros seres.

Há muito deixei de ser delirante.

Ora, não vejo vantagem nisso.

Por isto, rastejas ao invés de voar.

De permisso em permisso,

será difícil te livrares de encarnar.

Minha vida é muito boa;

não tenho do que reclamar.

Pensas mal. Quem vive à-toa

não poderá se Illuminar.

Diz lá: de que serve a iluminação?

Se for para ficar rico, eu topo.

É Illuminação. Poderás enricar ou não;

mas continuará vazio o teu copo.

______

Notas:

1. Aqui, salvo melhor juízo, creio que o autor está a fazer referência a Fernando Martini Bulhões, nascido em Lisboa no final do século XII, que, depois de vestir o hábito branco dos Cônegos de Santo Agostinho por um certo tempo, trocou-o definitivamente pelo hábito marrom dos franciscanos. Trocou os sapatos por sandálias e adaptou os cabelos ao corte dos franciscanos. Completando a transformação, trocou o nome de Dom Fernando (Dom é abreviação de Dominus, que indica posição social conquistada e respeito) pelo de Frei António. E como, na época, era costume acrescentar ao nome da Ordem o nome do local de nascimento, seu nome completo ficou sendo Frei António de Lisboa. E, desta forma, ofereceu Frei António toda a sua vitalidade à causa dos franciscanos. Frei António, depois de dedicar a maior parte de sua vida à divulgação da fé católica, pregando nos últimos onze anos de vida sob os princípios da Ordem de Francisco de Assis, veio a falecer em 13 de junho de 1231 no Eremitério de Arcela, com a idade de 36 anos. Em 30 de maio de 1232, na festa de Pentecostes, o Papa Gregório IX, em imponente e inesquecível cerimônia, proclamou Frei António, Santo António. E porque vivera ultimamente em Pádua e lá se dizia que operava prodígios, apesar de nascido em Lisboa, ficou conhecido no mundo como Santo António de Pádua. Em 16 de janeiro de 1946, pelo Breve Exulta Portugal, o Papa Pio XI proclamou Santo António Doutor da Igreja.

2. Dolorosas experiências Educativas experiências.

3. Isto é mais ou menos como tenho dito. Boa saúde = alegria + muita água. Bem, isto é só para começar.

4. Tenho dito que os pais só educam (no sentido formativo e interno) seus filhos até sete anos. Depois, por vários motivos, os filhos fingem que estão sendo educados, mas acabam por fazer o que querem; aceitam o que interessa ou o que convém. Então, a partir dos sete anos, a melhor forma de educar é pelo exemplo, pois, a partir desta idade tem início a autonomia/liberdade pessoal. Obrigar uma criança que alcançou sete anos a isto ou aquilo é fabricar um antagonista e, no limite, até um futuro inimigo ou, como se diz, um doente dos nervos. Ou coisa pior! Não esqueçamos que um assassino em série (também conhecido pelo nome em inglês serial killer), entre tantas barbaridades que geralmente padecem na infância e na adolescência, são obrigados a fazer o que não querem. Depois... Bem, depois todo mundo sabe bem como é.

5. Nesta matéria, deve se levar em conta o número 7.

Páginas da Internet consultadas:

http://evoluanutri.blogspot.com/2010/10
/vegetarianismo-saude-uma-visao-clinica.html

http://rosadark2.blogspot.com/
2011/02/vegetarianismo_03.html

http://www.dailymotion.com/video/x7f7zd
_delmar-domingos-de-carvalho_news

http://www.fraternidaderosacruz.org/
petala1.htm

http://www.bristolanimalrights.org.uk/
resources/

http://mente-hiperativa.blogspot.com/2009/09/
e-ainda-dizem-que-somos-diferentes.html

http://www.fraternidaderosacruz.org/
petala12.htm

http://www.fraternidaderosacruz.org/
ddc_rc_e_portugal.htm

http://www.fraternidaderosacruz.org/
nutricionismo_ddc.htm

http://webcache.googleusercontent.com/

http://venus.dns270.com/~meloteca/
colaboradores-delmar-domingos-de-carvalho.htm

http://rosacruz.planetaclix.pt/
cosmocraciarosacruciana/livros/livros011_c.htm

http://www.fraternidaderosacruz.org/
carvalho_mozart.pdf

http://webcache.googleusercontent.com/

http://webcache.googleusercontent.com/

http://www.substantivoplural.com.br/
fernando-pessoa-2/

http://www.mixpod.com/tonifire

http://cosmocraciarosacruciana.pt.vu/

http://www.svmmvmbonvm.org/orosacruzdoano.htm

Música de fundo:

Foi Deus
Compositor: Alberto Janes
Interpretação: Amália Rodrigues

Fonte:

http://mp3skull.com/mp3/
foi_deus_amalia_rodrigues.html

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada